Skip to main content
Medithai: A leveza da mente e do corpo
Fev 21

Medithai: A leveza da mente e do corpo

As grandes janelas-montra deixam ver uma parte da decoração. A banheira decorada com flores coloridas, o som da água a correr, como se fosse uma cascata, dá uma sensação de paz e de renovação. Sabemos que a água tem um significado particular, simbolizando a fartura.

 

Os simbolismos na decoração

Colocados nos puxadores das portas estavam elefantes pequeninos dentro de argolas, um must. Até os reis da Tailândia estavam presentes neste “lar” numa moldura em destaque. Num recanto, um altar budista deliciou-nos, tal eram os pormenores das oferendas e outros objectos, certamente cheios de significado, mas desconhecido para nós.

Como sabemos, os tailandeses são supersticiosos e as cores na Medithai não foram deixadas ao acaso. O amarelo e encarnado estão presentes em abundância e as muitas flores respiram alegria. A tranquilidade do espaço leva-nos a uma paragem no tempo.

 

A escolha difícil

Escolher a massagem não foi tarefa fácil. Na verdade, gostaríamos de ter experimentado todas. Mas optámos pelas massagens de relaxamento. Convidados a passar à salinha de estar, embelezada com bancos corridos e mesa de origem tailandesa, fomos presenteados com chá verde e bolachinhas.

Começámos pela reflexologia, ou seja, pelos pés. Recostados nas cadeiras longas fomos alvo das mãos sábias de duas tailandesas. A televisão colocada estrategicamente passava imagens da Tailândia e uma música suave invocava, quem sabe, os monges budistas. Com os pés mais leves fomos conduzidos ao gabinete, expectantes sobre o que se seguiria. A hipótese de fazermos as massagens em conjunto agradou-nos bastante, logo poderíamos trocar impressões. Estávamos completamente enganados pois o ritual das massagens é um exercício muito bem ensaiado e não queríamos perder nada.

 

Gesto inesperado

As massagistas tailandesas iam perguntando como nos sentíamos, procurando que estivéssemos confortáveis. Durante uma hora e meia sentimo-nos noutro lugar, descontraídos e repousados. As massagens deixaram marcas de bem-estar e a convicção de que a semana seria encarada com maior tranquilidade.

À saída perguntámos onde poderíamos adquirir alguns dos objetos. Além dos esclarecimentos fomos brindados com um elefante pequenino para servir de porta-chaves. A delicadeza do gesto, inesperado, caiu muito bem. É um luxo sentirmo-nos especiais numa experiência única.

 

A favor

Ambiente calmo e discreto
A delicadeza dos gestos
Profissionais experientes e cuidadosos
Decoração pensada, preenchida de elementos tailandeses
Limpeza cuidada
Atendimento atento e agradável

 

Contra

Dificuldade na marcação ao fim de semana

Related Posts

Medithai no Mundo Abreu

Os centros Medithai marcaram presença na 11ª edição da Feira de Viagens Mundo Abreu, para...

Jessica Athayde e Raquel Strada na Medithai

No dia 8 de setembro de 2015 tivemos o prazer de receber duas mulheres bem...